Quinta em outra língua: Anna and the French Kiss

{O Quinta em outra língua é um meme criado por este blog para fazer resenhas ou comentar sobre lançamentos de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!}

*


"Is it possible for home to be a person and not a place?"


Resenha:
Sabe aqueles livros que quando você lê a última página, te deixa com um sorriso no rosto? Ou aquele livro que parece tão real que você acha que realmente é a personagem principal? Ou aquele livro que contou a história de uma menina que viveu um dos seus sonhos?

Esses livros são aqueles que você fica pensando na história por dias e dias.. Anna and The French Kiss é um deles! Eu *sempre* quis fazer intercâmbio, é um dos meus sonhos, então ler sobre a experiência — TÃO PERFEITA — que a Anna teve foi muitooo especial para mim! Tinha partes do livro - ok, praticamente todas, hahaha - que eu queria ser a Anna! Ou ser a melhor amiga dela, companheira de quarto, companheira de aventuras em Paris.. esse livro é tão bom, tão real, tão OMG-não-consigo-elogiar-o-bastante que se tornou um dos meus favoritos! :)

Anna não quer ir passar um ano em Paris, mas ela é obrigada a ir, já que seu pai - que é um autor famoso (PRECISO fazer um mini comentário aqui: eu tenho quase certeza que o pai dela é um Nicholas Sparks fictício, hahaha, as indiretas são muito DIRETAS) — diz que será uma experiência inesquecível. Anna não está nem um pouco animada para ser deixada sozinha por seus pais, deixar para trás sua melhor amiga Bridgette e Toph, um menino que ela teve um caso antes de viajar para a França. Mas é assim que o livro começa, Anna, sozinha, na Cidade das Luzes!

Ela irá estudar um ano em uma escola para norte-americanos na França - mesmo que ela não saiba falar nada em francês — e logo na primeira noite, Meredith - que fica no quarto ao lado do de Anna - distrai Anna e faz com que ela se sinta um pouquinho menos triste. E então, TCHRAM, ela conhece Étienne St. Clair! ÉTIENNE ST. CLAIR. Não tenho nem palavras para descrever esse personagem...

Nascido nos Estados Unidos, filho de pai francês e mãe norte-americana, St. Clair cresceu em Lodres e estuda na França. O QUE POSSO DIZER? Ele é charmoso, adorável, sexy, fofo, engraçado... ahn, eu já disse adorável?!? E ele tem um sotaque britânico irresistível!!! Não é à toa que — por um motivo que eu não posso dizer — chamaram St. Clair de English Tongue!

Mas St. Clair tem uma namorada. Uma namorada séria!!!!

Mas quem disse que Anna está interessada nele, não é mesmo? Afinal, ela quer voltar para o Toph...
A questão é que St. Clair e Anna ficam mais próximos a cada dia - de uma forma natural, não é nada forçado. Mas então uma coisa muito triste acontece na vida de St. Clair e a primeira pessoa em que ele busca apoio é na Anna — é nesse momento que o leitor percebe que tem ALGO A MAIS na amizade dos dois. "Did I say anything odd about.. our friendship?"

Eu AMEI esse livro. Amei!!!! Anna é uma narradora super simpática e logo no primeiro capítulo eu já entrei na história! As descrições de Paris só deixaram a história mais irresistível! :)
Se eu fosse você, eu leria esse livro o mais rápido possível. Você vai se apaixonar pelo Étienne e pela Anna!

5/5 -
Skoob: adicione.
Nível de inglês: fácil
Compre: {Book Depository}

Esse livro já foi publicado no Brasil: Anna e o Beijo Francês, pela editora Novo Conceito. 


20 comentários

Evento Novas Letras - Ribeirão Preto

AAAHHH! Hoje foi o evento literário Novas Letras em Ribeirão Preto, que aconteceu na Fnac, com a presença dos autores Enderson Rafael, Tammy Luciano, Leila Rego e Fernanda França!

Eu A-M-E-I! Foi tão divertido! Adorei fazer perguntas aos autores, eles são tão fofos e legais pessoalmente quanto são no twitter! :) O evento todo foi transmitido ao vivo pelo twitter, então várias pessoas fizeram perguntas por lá também.. Queria agradecer aos autores e de toda a equipe por terem vindo a Ribeirão e eu realmente espero que vocês possam voltar mais para frente! :)

Início do evento...
(imagina a minha felicidade nestas fotos!!!)


A Rapha, do blog Doce Encanto, que eu conheci lá no evento!


Aii, vocês repararam na minha blusa??? :D Na parte da frente, tem o endereço do blog e atrás está escrito "blogueira literária". :)

Fernanda França, Leila Rego, eu, Tammy Luciano e Enderson Rafael!

Vídeo de uma pergunta que eu fiz! Hahaha :)


Os livros que eu ganhei e comprei só vou mostrar no próximo In My Mailbox! :)
Eu adorei ter conhecido os autores, foi uma oportunidade única e tão LEGAL! Obrigada por terem feito um evento tão divertido! :D
23 comentários

Resenha: Hex Hall

Um dos lançamentos do Verão Galera, previsto para chegar às lojas 25 de Março! CORRAM e compram os seus exemplares, o livro vale a pena! *-*

Resenha:

Sophie é uma bruxa - digamos - diferente. Criada pela sua mãe que é uma humana, ela nunca conheceu seu pai, um bruxo, nunca teve amigos que durassem o bastante para chamá-los de melhores amigos porque sua mãe e ela nunca paravam em uma cidade por tempo suficiente.

O ponto é: Sophie é uma péssima bruxa. Ela não consegue fazer feitiços que funcionem - e por causa de um feitiço que saiu completamente errado em um baile, seu pai - via email! hahaha - decide que ela irá para Hecate Hall, uma escola para os diferentes - bruxas, lobisomens, fadas - mas quando chegando a Hecate Hall, Soph descobre que é mais um reformatório para os mais diferentes entre os diferentes (hahaha).

Não é à toa que Soph arranja vários problemas logo no começo, como: arrumar uma briga com um lobisomem, com um mago - que é, por acaso, o menino mais bonito da escola!! - e contrariar as três bruxas mais pouplares da escola. Ahhh, e ter como companheira de quarto a única vampira da escola - que não é vista com bons olhos pelos alunos.

E as coisas não parecem que vão melhorar para Soph, já que todos os professores parecem pegar no pé dela por um motivo que ela não sabe, aliás.. ela parece não saber nada sobre ser uma bruxa ou sobre sua família paterna...

Archer Cross, o bruxo que ela conheceu no primeiro dia, adorar tirar sarro dela e, para piorar, namora a bruxa mais popular da escola, Elodie, a mesma bruxa que Soph deixou brava no primeiro dia. E para deixar Elodie mais irritada, Soph e Archer são obrigados a trabalharem juntos como detenção após um incidente na aula de Defesa! Sozinhos, em um galpão.. woo-hoo! *-*

Esse livro é MUITO engraçado!!! Muito mesmo! Soph tem cada tirada para as pessoas e ela pensa tanta coisa engraçada, sério, ótima narradora! Hahaha. A única amiga que Sophie fez, Jenna - a vampira! - é suuuuuuuuper engraçada também!

Não dá para falar muito sobre esse a história, porque assim como Soph, no começo ninguém sabe nada sobre Soph, mas o livro tem trinta revelações por página! Ou alguma surpresa, reviravolta - a história não fica parada ou entediante em nenhum momento!!
O final, então, sem comentários. Muito inesperado!! HAHAHAHAH OMG! Por que Demonglass vai demorar tanto para ser lançado?? =P
(Atualizando: Demonglass já foi lançado nos EUA, é que quando eu li ia demorar muuuiitoo..)

Então, quem quiser ler um livro MUITO engraçado, com personagens que te conquistam, MUITO suspense, várias surpresas e reviravoltas e um romance que me deixou mais do que curiosa para saber como vai se desenrolar, leia Hex Hall! É bom desse jeito! :D

5/5

Skoob: adicione!
Compre: {Saraiva}

14 comentários

Resenha: O Rei do Ferro


Resenha:
O Rei do Ferro começa no aniversário de 16 anos de Meghan Chase, ela está super ansiosa e esperançosa de finalmente conseguir fazer com que Scott, o jogador de futebol que ela está apaixonada desde que consegue se lembrar, mas as coisas vão de mal a pior. Depois de uma cena embaraçosa na frente da escola, Robbie - seu melhor amigo - começa a ficar estranhamente protetor em relação a ela e Meghan percebe que algo está diferente. Chegando em casa, ela descobre que seu meu irmão, Ethan, foi sequestrado.

E é por causa desse motivo que um mundo, que antes ela era probida de ver ou ter conhecimento, é revelado diante de seus olhos. Um mundo onde há seres míticos, onde fadas sequestraram seu meio irmão, onde seu melhor amigo Robbie - cujo nome verdadeiro não é esse - tem orelhas de elfo e é o personagem de antiga e famosa história de Shakespeare, ou seja, ele é muito mais velho do que ela pode imaginar - e com muitos segredos.

Mas é o Robbie, que é conhecido por Puck, leva Meghan até Nevernever, o mundo das fadas. Um mundo dividido em duas Cortes - Corte do Verão (Seelie Court) e Corte do Inverno (Unseelie Court). Um mundo que deixa Meghan assustada e fascinada ao mesmo tempo. Tantas são as novidades, mas nada preparou Meghan para o que ela descobriu quando chegou a Nevernever. Ela era, na verdade, a filha de um Rei e um peão crucial na guerra entre as duas cortes. Seu pai não quer que ela vá atrás de seu irmão, que supostamente está na Corte do Inverno, mas é com a ajuda de um gato falante, de Puck e do Príncipe Ash que ela irá descobrir segredos que nem mesmo os reis e rainhas das cortes têm conhecimento.

Esse é um mini resumo da história, porque acontece TANTA coisa, que se eu fosse contar tudo estragaria o livro (principalmente se eu fosse explicar o porquê do título, só dá para descobrir lendo!). Eu vou ser bem sincera e dizer que eu comecei a ler o livro, não gostei muito até a página 60 e larguei por um tempo. Depois eu decidi voltar e ler até o final, mesmo que eu não tivesse gostado das primeiras páginas. Eu teria me arrependido muito se não tivesse lido até o final, não porque O Rei do Ferro se tornou um favorito - nada disso -, mas por causa do segundo livro, que é muito bom!! BEM melhor do que o primeiro, que eu não gostei tanto. Eu não gostei da Meghan nesse livro, ela ainda é meio imatura, e eu não consegui entrar no espírito da narrativa da Julie Kagawa, não sei porque, mas essa mistura de Alice nos Países da Maravilhas (gato falante) e Nárnia (o modo como o Puck e a Meghan chegam em Nevernever) não me conquistou, mas valeu a pena. O final desse livro é muito bom, o segundo livro então, nem se fala! :)

O meu personagem favorito é o Ash, de longe! Mesmo que nesse livro ele não apareça tanto, as partes em que ele o faz são as melhores!!! *fangirl detected* Ele é filho mais novo da Rainha Mab, da Corte do Inverno - inimigos mortais da Corte de Verão - e mesmo sabendo que é proíbido, Meghan não consegue evitar se sentir atraída por ele. Mesmo ele sendo frio, distante, inatingível, ainda nesse livro há partes em que sua máscara impassível cai um pouquinho e mostra relances do verdadeiro Ash, mas - de novo! - o segundo livro tem muito mais desenvolvimento de personagem, por isso, o Ash conquista completamente no segundo livro!!

Eu achei um livro legal, teve algumas coisas que me incomodaram, mas ainda sim, eu recomendo! Eu acho que essa série é uma daquelas que melhora a cada livro, sabe? Vale a pena!


4/5

Apenas três livros foram lançados nos EUA, mas no segundo semestre deste ano (!!!) vai ser lançado The Iron Knight, que é contado pelo Ash! CONTADO PELO ASH *surta*! :D

Skoob: adicione.
Compre: {Saraiva}

19 comentários

Evento Novas Letras em Ribeirão Preto

Eu sempre tive vontade de ir ao evento Novas Letras, mas ele acontecia em cidades que, por serem longes de Ribeirão, eu não podia ir. Então qual não foi a minha surpresa (e felicidade!!) quando eu vi que iria ter um evento aqui em Ribeirão, a cidade em que eu moro! YAAY!!! :)

Vai acontecer na Fnac do Ribeirão Shopping, 25 de Março, às 19 horas, com a presença do Enderson Rafael, da Fernanda França, da Leila Rego e da Tammy Luciano!

{Livros dos autores que participarão do evento!}

Para mais informações, acesse o site do evento ou siga pelo twitter!

Vou fazer uma cobertura desse evento aqui no blog, não vejo a hora de chegar sexta-feira! :)


3 comentários

Quinta em outra língua: Sea

{O Quinta em outra língua é um meme criado por este blog para fazer resenhas ou comentar sobre lançamentos de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!}

*


Eu vi esse livro no blog da Raíla e me apaixonei pela resenha dela, pela capa do livro, pela sinopse e por aí vai.. :) Eu acho esse livro pouco conhecido e pouco divulgado, o que é uma pena, porque Sea conta uma história linda, de tirar o fôlego e deixar você pensando se às vezes nós não damos pouco valor às pequenas coisas...
*Quando eu vi as notícias sobre o tsunami no Japão, esse livro foi uma das primeiras coisas que veio à minha cabeça - eu me lembrei direitinho das cenas desse livro, tudo o que o Deni, a sua família e os seus amigos enfretaram depois do tsunami. :(



"It's okay to be scared."
Resenha:
Antes de tudo, eu queria dizer que esse livro mexeu muito comigo, como poucos livros fizeram. Sea é um livro tocante, forte e muito, muito bem escrito e me mostrou como tudo na vida é frágil, mas que mesmo em meio a um caos, esperança e amor são constantes em nossa vida.

Sienna mora na Califórnia com seu pai, Andy, e mesmo depois de três anos da morte de sua mãe em um acidente de avião, Sienna ainda sofre, mas diferentemente das pessoas ao seu redor, ela ainda tem esperança. No seu aniversário de quinze anos, seu pai - um pisiquiatra - propõe a ela uma viagem à Indonésia, para ajudar os órfãos deixados pelo tsunami de 2004. Apesar do medo mortal de andar de avião, Sienna aceita a proposta.

O livro me prendeu desde o começo pela escrita maravilhosa de Heidi, mas as qualidades só aumentaram. Quando Sienna chega à Indonésia, o choque cultura é inevitável (e muito engraçado hahaha); a descrição dos costumes e hábitos das pessoas só tornou o livro mais real e mais interessante.
Quando Sienna - também conhecida por seus amigos da Califórnia como Sea - chega ao orfanato, um dos garotos se destaca. Deni. O garoto mais bonito e misterioso que ela já viu. A conexão entre eles é praticamente instântanea, e, aos poucos, Sienna descobre que os dois têm muito em comum, como os pesadelos envolvendo o oceano.

Apesar de ser inadequado aos costumes, Sienna e Deni não conseguem evitar um ao outro, mesmo os dois sabendo que quanto mais próximos ficarem, mais difícil será a despedida.

Eu só queria destacar que esse não é mais um livro bobinho com um romance bobinho. O romance dos dois é algo que seria inpensável, mas assim como parecia difícil continuar vivendo depois do tsunami, o amor entre eles cresce a cada dia.

Chega um rumor ao orfanato de que o pai de Deni talvez tenha sobrevivido, e sem pensar duas vezes, Sienna e Deni vão para Aceh (o epicentro do tsunami e a cidade onde Deni vivia antes de ir para o orfanato). Mesmo sabendo que o que ela está fazendo é muito perigoso, Sienna não consegue deixar que Deni enfrente tudo sozinho.

Eu não sei mais como explicar o quão bom esse livro é. Ou o quanto ele mexeu comigo. A escrita foi uma das coisas de que eu mais gostei, mas a história é linda. Deni foi meu personagem favorito DE LONGE!! O jeito de pensar e agir, as coisas que ele fala e suas atitudes! Mas Sienna não fica para trás - quem diria que ela teria força e determinação para aguentar tudo? Porque os dois passam por coisas que é de quebrar o coração, inclusive o final. Várias coisas boas acontecem no final, mas tem um lado MUITO triste. (Não preciso dizer que eu solucei no final! Haha.. e falando nele..)

O que foi o final? OHMYGODWHY? Por que aquele final? Tudo termina bem, mas não era o final que eu mais queria... e só de lembrar dá uma dor no coração!

Eu sei que eu não vou conseguir recomendar esse livro o bastante. Foi um dos melhores livros que eu li e entrou para minha lista de favoritos. A história é um pacotinho completo: linda, engraçada, tocante, REAL, emocionate, muito muito muito triste, mas linda em cada página.

"I kissed his scar, his neck, his ear. 'Find me,' I whispered back." Sienna
(Eu beijei sua cicatriz, seu pescoço, sua orelha. 'Me encontre,' eu sussurrei de volta.)

Por que teve que terminar?

5/5 -
Skoob: adicione.
Nível de inglês: fácil
14 comentários

Sobre o que as pessoas estão falando: Sarah Dessen

Um dia, eu recebi um email da Lisse do blog Livro...Filme...Música, dizendo que ela tinha visto uma resenha no skoob de um livro da autora Sarah Dessen e perguntou se eu gostaria de participar de uma campanha para a publicação de mais livros da Sarah no Brasil. Sem nem pensar duas vezes, eu disse sim! Mas, por quê? Porque AIMEUDEUS é a Sarah Dessen e eu a-m-o os livros dela, eu a-m-o o jeito que ela escreve e por aí vai...

Just Listen - A garota que esconde um segredo foi publicado aqui no Brasil pela Editora Farol, mas ninguém sabe se essa editora vai publicar outras obras da Sarah, nem mesmo se eles compraram os direitos para fazer tal coisa.

Como eu já vi no blog do Will e no blog da Lissa, decidi ajudar com a campanha!

A Sarah Dessen é autora de vários livros para Jovens Adultos (público YA), as histórias dela (pelo menos, dos livros que eu li), são sobre meninas ou que estão passando por alguma mudança em suas vidas ou que chegaram ao limite. Ontem mesmo (coincidência), eu vi um vídeo, sobre o último livro dela - lançado em 2010 - chamado Along for the Ride, que ela fala assim ".. e então ela conhece esse menino, porque sempre há um menino." e eu fiquei pensando o quanto essa frase é verdadeira sobre os YA. Sempre tem algo acontecendo na vida da protagonista, algo que vai fazer com que ela tenha que tomar decisões e amadurecer, mas sempre, sempre tem um menino. MAS antes que todo mundo assuma "Ah, o menino é a salvação da protagonista", nananinanão, em dois livros dela (Someone Like You, em relação a uma das protagonistas e Dreamland), os meninos são os que irião causar, senão todos, a maioria dos problemas. Mas é claro que váários livros têm aquele romance ai-meu-deus-que-coisa-mais-linda! *-*

Eu sei que eu falei demais, então vamos falar das coisas importantes. Qualquer pessoa pode participar da campanha, basta apenas divulgar no twitter ou fazer um post sobre ela. A frase do twitter é essa: Quero os livros da @sarahdessen publicados no Brasil!! Eu apoio essa ideia... http://migre.me/1SQMk e o post inicial da campanha está no blog da Lisse, neste link!

Alguns livros:

The Truth About Forever

Resenha:
Macy Queen perdeu o pai há um ano e meio mas sua vida não voltou ao normal - ela se afastou de seus amigos e a relação com a sua mãe foi ficando cada vez mais superficial. Começou a namorar o certinho e nerd Jason, e então, aparentemente pelo menos, sua vida entrou numa rotina confortável - com tanto que todos achassem que ela estava bem, o que poderia dar errado?
Acostumada com a rotina, imprevistos não são bem-vindos, mas é um imprevisto e peossas incríveis que irão mudar a vida de Macy.

Continue lendo..


Someone Like You

Resenha:
Halley e Scarlett são melhores amigas; Halley sempre foi mais tímida, e se não fosse por Scarlett, que é muito mais amigavel e espontânea, Halley passaria sua vida sem maiores acontecimentos. Scarlett sempre esteve do lado de Halley quando esta precisou, a que diria para Halley que 'tudo vai ficar bem', mas, depois que o namorado de Scarlett, Michael, morre, Halley tem que assumir essa posição, dar apoio a Scarlett, tentar retribuir toda a ajuda que Halley recebeu.

Continue lendo..



This Lullaby

Resenha:
This Lullaby conta a história de Remy, uma menina que por ter uma mãe que vai se casar pela quinta ve z (ou seja, Remy já viu vários finais infelizes), não acredita no amor.. mas, nem por isso, Remy não namora - muito pelo contrário!! A única regra que ela segue é: nunca se envolver m uito, aproveitar o começo do namoro mas terminar antes que fique sério demais.
Ela viveu ass im até conhecer Dexter, que desde que a conheceu, disse: 'nós fomos feitos para ficar juntos', mas Remy (claro!) não acreditou..
Continue lendo..



Para pegar o banner da campanha, é só clicar aqui!

13 comentários

Resenha: Como fui esquecer você

Antes de tudo: eu A-M-O os livros da Jennifer Echols, já li praticamente todos que ela lançou (só falta um!), sou fangirl assumida! O jeito que ela escreve, os enredos.. é tão viciante! E esse livro, COMO FUI ESQUECER VOCÊ, é um dos meus favoritos!

Resenha:
Como fui esquecer você conta a história de Zoey, começando pela parte quando o pai de Zoey tem um caso com uma de suas funcionárias e a mãe dela tem uma (grande) recaída - e então, as coisas fogem do controle, o que leva Zoey a um terreno desconhecido. Ela nunca ficou sem controle sobre sua vida. Mas, enquanto Zoey ainda estiver namorando o jogador de futebol Brandon, ela ainda pode se considerar normal.
O problema é que Zoey sofre um acidente de carro e não se lembra de nada - e aparentemente, Brandon não estava com ela, já que Doug Fox, o misterioso e bonito Doug, foi quem a salvou dos destroços do carro.
Doug sabe mais do que ele está falando, então cabe a Zoey descobrir como sua vida ficou, de repente, entrelaçada com a de Doug..
Eu AMEI esse livro! Eu já vários livros da Jennifer Echols, comoEndless Summer e Going too Far - mas, WOW, esse daqui é meu favorito! Eu já virei fã do jeito que a Jennifer Echols escreve (pra quem leu o livro, sabe que ela fala toda hora do cheiro de cloro... e hmmm... quando eu sinto esse cheiro, eu sempre me lembro do livro! hahaha o jeito que a Jennifer escreve é muuito marcante! =P ). Os enredos que ela cria para as histórias são surpreendentes! Quando vc acha que não vai ter mais revelações, aparece uma e seu queixo cai! Hahaha!
Mas, voltando a história, Zoey sempre tenta fazer tudo que é certo, mas sua vida está tão confusa e o fato de ela não conseguir se lembrar do que ocorreu no acidente - a única verdade é: ela se sente cada dia mais atraída por Doug... Doug, aaaw, Doug! Eu me apaixoneii por ele! ♥
E tem CADA cena nesse livro..... *-*
E assim, eu não vou dar spoilers, mas esse YA não é um livro superficial, muito pelo contrário - os livros da Jennifer tratam de assuntos sérios e ela mostra como os adolescentes lidam com eles. É MUITO bom! Porque além do romance (que é LINDO, só para frisar de novo), o livro fala de superação e como lidar com problemas familiares!
Super recomendado!!! :)

5/5 -

Compre: {Cultura}
Skoob: adicione!

19 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...