Quinta em Outra Língua: The Scorpio Races

{O Quinta em outra língua é um meme criado por este blog para fazer resenhas ou comentar sobre lançamentos de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!}

*


"Your face looks like it remembers a smile."

Resenha:
"It is the first day of November and so, today, someone will die." É assim que começamos a leitura de The Scorpio Races. Novembro é o mês em que a Scorpio Races ocorre, uma corrida em que, inevitavelmente, alguém morre. Porque o cavaleiro não compete com um cavalo normal, mas sim com um capall uisce, um cavalo místico, que vive nas águas do oceano que banha a ilha de Thisby. O capall uisce é muito mais forte que um cavalo normal, muito mais veloz e é letal — cavaleiros e capaill uisce morrem nessas corridas.

Sean Kendrick é um dos cavaleiros, com somente 19 anos, ele é uma lenda, porque já ganhou várias vezes a corrida. Com um jeito silencioso, austero e impenetrável, é de se pensar que ele não tem medo de nada. Mas ele só compete não pelo amor a corrida, mas porque tudo o que ama depende do resultado da corrida.

E também tem a Kate Connolly, ou Puck, como é mais conhecida. Orfã de pai e mãe, com uma situação financeira frágil, ela decide participar da corrida — mesmo contra a vontade de seus dois irmãos, Gabe e Finn. A primeira mulher a participar da corrida, ela não é muito bem vinda. Mas ela não vai se intimidar, pois assim como Sean, tudo o que ela ama e sempre conheceu está em risco, e vencer pode ser a solução para seus problemas. Sagaz, determinada e corajosa, Puck decide participar, mesmo sem estar preparada para o que a espera.

E competir contra Sean é uma dessas coisas. Sean conhece o mar assim como o mar conhece seu nome de cor. Dizem por Thisby que ele tem um pé na terra e um no mar. Ele sussurra para Corr, seu tão amado capall uisce, e ele lhe obedece. Sean, movido pela mágica que envolve Corr e o atrai para o mar, desenha na areia, comanda seu capall uisce seguindo as veias do cavalo, e ninguém sabe como ele consegue. Mas ele é o único que sabe como ganhar a corrida, o único que entende de verdade seu capall uisce.

WOW. Tem alguma coisa nesse livro que o torna irresistível. Não sei se a lenda que é fascinante ou se são os personagens ou a escrita da Maggie ou um pouco de tudo, mas WOW. É simplesmente MUITO bom. Eu admiro (e sou fangirl declarada) da Maggie e sua escrita, e nesse livro não foi diferente, quiça até melhor que Shiver.

E também tem a lenda e a magia que envolve os cavalos da água. Foi diferente de tudo que eu já li e fez com que eu virasse as páginas sem me dar conta do tempo. Eu estava tão envolvida na história que fiquei feliz, nervosa, ansiosa, esperançosa e de coração quebrado junto com as personagens.

Outro ponto forte do livro é sem dúvida as personagens. O livro é contado em capítulos narrados pela Puck e pelo Sean, dando a chance de você conhecer um pouquinho de cada tanto através dos olhos do outro quanto de sua voz.  Eu li num dos posts da Maggie, não lembro qual, que ela se inspirou no Mr. Darcy de Orgulho e Preconceito para criar o Sean e deixe-me dizer algo: ela fez alguma coisa de MUITO certo porque a personalidade do Sean é tão austera e distante, mas você percebe que é só uma artimanha para se proteger. Como a Maggie mesmo o descreve: "a dark-haired boy who is made of all corners." (Sério. Olha o nível dessa frase..) Puck consegue, aos poucos, lentamente, se aproximar dele. Talvez porque ela o desafia e  ao mesmo tempo é tão parecida com ele. Maggie conseguiu capturar muito bem a personalidade de seus personagens e transcrever isso em palavras. "You're the oldest nineteen I've ever met, Sean Kendrick."

Acho que vocês já devem ter percebido que eu amei esse livro, mas se não: EU AMEI. Vou terminar a resenha dizendo que vocês deveriam ler The Scorpio Races agora, quem puder, ou comprá-lo assim que for lançado aqui no Brasil. Vocês não sabem a história que esse livro guarda!

5/5 - 

Skoob: adicione.
Níve de inglês: médio
Compre: {Book Depository}

Esse livro já foi publicado pela Editora Verus.

Booktrailer! Música e imagens feitas pela própria Maggie Stiefvater! (Porque não basta escrever bem, a Maggie também faz o melhores booktrailers.... )



13 comentários:

  1. Com certeza vou comprá-lo assim que for lançado aqui no Brasil, parece realmente muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Vou fazer desse meu primeiro livro de 2012! *-*
    Já disso isso no twitter pra vc, mas na descrição, o Sean parece o Ash, e tem até Puck, só que é mulher. Mind blowing em seu mais alto nível! AHAHAH!
    Sabe aqueles livros que a gente já ama sem nem ter lido ainda? Então! <3!
    Bj, Giu!

    ResponderExcluir
  3. Oi Giu!

    Conheci esse livro faz um tempinho, nem me lembro mais em qual blog, rs. E ele me interessou muito! Infelizmente ainda não li nada da Maggie Stiefvater. Tenho muita vontade de ler Calafrio, Espera.. (Esqueci o nome dessa série :P)mas ainda não pude comprar os livros. :(
    Mas enfim, sua resenha! Bom, o que dizer? Se antes o livro já tinha me interessado, agora então o que eu preciso fazer é torcer muito pra que ele seja lançado LOGO aqui no Brasil! Especialmente em uma época que eu tenha dinheiro pra comprar! hahaha.

    Nossa, o que é esse vídeo? ADOREI! Realmente, talento assim é pra poucos, né? rs. Escreve, desenha, compõe... Essa nasceu pra arte! :D

    Beijocas, Giu!
    Amanda
    ^_^

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha de resenha!
    Amei saber que a Maggie tem outro livro, eu quero ele já! Cara, The Scorpio Races aparenta ser tão legal, e vindo da Maggie, com certeza ele é, hehehe.
    E o Booktrailer? Que lindo, assim como o de Espera.
    Você sabe quando ele será lançado no brasil?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Tava esperando essa resenha desde que vi você surtando no twitter na mesma época que, tcharan, eu tava relendo Calafrio! Você quando vai ser lançado aqui? Porque eu quero, quero, quero *-----*
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  6. Giuuuuuuuuuuu,
    amei a resenha
    em breve vou comprar o MEU .*_________*

    A Maggie arrasaaaaaaaa
    adorei os quotes!
    em 'Forever' vem um aperitivo desse livro e eu fiquei babando pra ler =0
    Vc ainda não leu 'Forever' né?

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Pode apostar que vu ler esse livro quando lançar aqui no Brasil. Adorei a escrita da Maggie e tudo por sua causa como sempre.
    E você disse que a narrativa dela é melhor aqui que em Shiver, é porque o negócio é bom mesmo. Claro que já está na lista e vou torcer para que a Agir não compre os direitos dessa série, já que ela desrespeita o padrão e demora séculos para lançar o próximo volume.
    E não sei se estou certo, mas ouvi uma fofoquinha hollywoodiana de que esse livro vai se tornar um filme ou coisa do gênero, procede? HUASH

    Beijos
    Will
    Vício de Cultura

    ResponderExcluir
  8. Sem dúvida, minha próxima leitura! Tô super curiosa!!!
    Amei a resenha!
    Bjokas.

    ResponderExcluir
  9. Confesso que não é o tipo de leitura que me prende (assim penso eu), mas a sua resenha me prendeu, então quem sabe eu não esteja enganada?
    Se tiver oportunidade, lerei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Melhor que Shiver???? Alguma editora por favor compra os direitos desse livro???
    Adoro a forma que a Maggie escreve e acredito que vou amar qq livro dela.

    Esse tem um mitologia tão diferente que atiçou ainda mais minha curiosidade.

    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  11. Pela capa do livro eu não imaginaria nem de longe que poderia ser o que você disse. Eu olhei e pensei 'ah, não vou me interessar muito', mas quando fui ver você falando sobre o que era.. HUAH Mas acho que ainda tem outros na frente que eu quero ler mais.

    ResponderExcluir
  12. Oi Giu!
    Ai se arrependimento matasse! rsrsrs
    Como comentei com você no twitter, fiquei na maior dúvida se comprava The Scopio Races ou se comprava Forever... Acabei comprando Forever e ainda nem li (Shame on me!)... E agora estou morrendo de vontade de ler The Scorpio Races, quero comprar pra ontem! rsrs
    Eu não sabia muito sobre a história, só que tinha toda uma mitologia diferente envolvendo cavalos, mas eu também sou fangirl da Maggie, então, leria qualquer coisa que tivesse o nome dela... Só que depois de ler você falando que o Sean foi inspirado no Mr. Darcy, eu não preciso de mais nada para saber que eu preciso desse livro. A personalidade do Darcy é um dos motivos que me fazem gostar tanto dele e de Orgulho e Preconceito, então, acho que também vou amar o Sean...
    Enfim, adorei a resenha! E espero poder comprar o meu o mais rápido possível!

    ResponderExcluir
  13. Pela capa eu pensei que não teria nada de místico, ía deixar passar mas quando vi que era da Maggie não pude deixar de ficar curiosa.
    Adorei a resenha, vou adicioná-lo agora mesmo na minha estante.

    Beijos ♥!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...